Geografia da Cidade

O Município de Miracema situa-se a 21° 24’50” de latitude sul e 42º11’52” de longitude oeste.

Miracema está à margem das Rodovias Estaduais RJ 116 e RJ 200. Através da RJ 116, o Município liga-se à BR 356, que se une à BR 101 em Campos dos Goitacazes e à BR 116 em Muriaé(MG). Em direção ao sul, a RJ 116 liga MIRACEMA a Santo Antônio de Pádua e Itaocara. A rodovia RJ 200 liga o Município de Palma (a partir da divisa) ao Distrito de Paraíso do Tobias.

Miracema tem como municípios limítrofes:

  • Ao Norte: Itaperuna e Laje do Muriaé.
  • Ao Sul: Santo Antônio de Pádua.
  • A Leste: São José de Ubá.
  • A Oeste: Palma (MG).

Com uma área de 306 km² de extensão e altitude média de 137 metros acima do nível do mar (sede), o Município de Miracema é composto por três distritos:

  • 1° Distrito – Miracema (SEDE)
  • 2º Distrito – Paraíso do Tobias
  • 3º Distrito – Venda das Flores

Características Geográficas

Fundação: 3 de maio de 1936

Gentílico: miracemense

Prefeito: Juedyr Orsay

Área: 303,353 km²

População: 26.868 hab. est. IBGE/2008

Densidade: 86,5 hab./km²

Altitude:137 metros

Distância da Capital: 271 Km

Clima tropical Aw

Fuso horário: UTC-3

IDH: 0,733 (RJ 72º) - médio PNUD/2000

PIB: R$ 170.759 mil IBGE/2005

PIB per capita: R$ 6.034,00 IBGE/2005

Relevo

O relevo é acidentado em toda sua extensão, destacando-se as seguintes elevações: Pontão de Santo Antônio, Pico do Morro Azul, Pico de Santa Maria, Pico Ricardo Simão, Pico do Gavião e as Serras do Sossego, da Cascata, Alto Caboré e a de Flores.

Hidrografia

A rede hidrográfica é representada por pequenas correntes fluviais, das quais se destacam: Ribeirão Santo Antônio e Bonito e os córregos Sobreiro; Água Limpa: Serra Nova, Liberdade, Barreirinho, Duas Barras, Pirineus, etc. A bacia lacustre é formada pela Lagoa Preta e muitos açudes.

Clima

O clima é Tropical, com as estações chuvosas no verão e seca no inverno. A precipitação média anual está em torno de 1.200mm de chuvas, sendo junho, julho, e agosto os meses mais secos (médias de 22,5mm/mês) e novembro, dezembro e janeiro, os meses mais chuvosos (média de 266,5mm/mês). As temperaturas são elevadas. Os meses mais quentes são dezembro, janeiro e fevereiro. Os meses mais frios são também os mais secos – junho, julho e agosto.

Solo

Os solos do município são do tipo latos solo alaranjado, podzólico vermelho – amarelo, hidromórficos e associação latossolo alaranjado podzólico.

A Vegetação

Predominam plantas rasteiras. As áreas de matas (Mata Atlântica)estão reduzidas a 7% da área do município.

A Economia

Miracema, desde os seus primórdios até o fim do século XIX, contou com intensa vida econômica e social, verificando-se enorme surto progressista, época em que suas lavouras de café, arroz, milho e feijão abarrotavam os mercados, aos quais chegavam em lombos de burros, via São Fidélis, e a partir de 1883, pela Estrada de Ferro Santo Antônio de Pádua – Ramal Miracema.

Em 1891 o governo atribuiu-lhe a categoria de distrito. Com o progresso da localidade, a população passou a pleitear junto às autoridades estaduais a criação do município. Após dezesseis anos de luta, com intensa participação popular, conseguiu-se que, em 3 de maio de 1935, fosse criado o município de MIRACEMA e o instalaram festivamente em 3 de maio de 1936. Em 31 de dezembro de 1943, foi o município elevado a categoria de Comarca. Com sua emancipação político-administrativa, Miracema recuperou-se da derrocada do café e foi iniciada a cultura do algodão para abastecer a fábrica de tecidos São Martino e, concomitantemente, desenvolveu a cultura da cana-de-açúcar em ação conjunta com a Usina Santa Rosa. Foi crescendo a cultura do arroz irrigado, juntamente com a pecuária leiteira, que é a principal atividade rural do Município. As culturas de milho, feijão e café são considerados de subsistência.